fbpx

Gato desidratado: saiba como evitar e o que fazer

Apesar de ser uma das estações favoritas de quase todo mundo, o verão também apresenta seus riscos. Em especial quando o assunto é a saúde dos nossos peludinhos. Afinal, é principalmente no verão que observamos casos mais graves de insolação, alergias de pele e gato desidratado.

Isso porque o excesso de calor causa perda acelerada de água e minerais no organismo, tanto de humanos quanto dos pets. Situação que pode levar a um sério quadro de desidratação e outros problemas de saúde relacionados.

Então, o que fazer para garantir a saúde e bem-estar de nossos bichanos? Neste conteúdo separamos algumas dicas para você aproveitar o verão com tranquilidade e conforto. E, é claro, com um gatinho feliz e saudável do seu lado.

São práticas muito simples e que podem evitar acidentes e problemas típicos da estação. Quer saber mais sobre como evitar um quadro de gato desidratado? Então continue lendo até o final.

Gato desidratado: dicas práticas para garantir o bem-estar dos bichanos

Se você leu este conteúdo até aqui, é porque tem um bigodudo em casa e se preocupa com seu bem-estar e saúde. Esse é um primeiro passo muito importante! Pode até parecer estranho, mas alguns tutores (é claro que não intencionalmente) acabam deixando seus gatinhos de lado.

E, quando percebem o problema da desidratação, já se tornou um quadro muito grave ou, no pior dos casos, é tarde demais.

Dizemos que não intencionalmente porque sabemos que os gatos podem ser animais muito independentes. Por isso, é muito natural que os tutores lhes deem mais liberdade e não fiquem o tempo todo de olho.

No entanto, as altas temperaturas são perigosas para todo mundo e exigem uma atenção um pouco maior. Se você já é tutor de pet, sabe muito bem do que estamos falando. Mas se você acabou de adotar um peludinho e é tutor de primeira viagem, as dicas a seguir são essenciais.

Vamos descobrir como evitar um gato desidratado?

Seu gato precisa de água limpa e fresca

Sabe aquela história de que se não comeu é porque não está com fome? Isso nem sempre é verdade e não funciona com os pets. Apesar de acreditarmos que o instinto supera tudo, os gatos são animais de hábitos e muito seletivos.

Por isso, é comum que se recusem a comer ou beber algo se não os agrada. E não adianta insistir, eles simplesmente recusarão, mesmo que estejam com sede ou fome.

É claro que alguns gatinhos podem ser mais tranquilos e aceitarem mudanças com mais facilidade, mas não é o que acontece na maioria dos casos. Por isso, tenha paciência e tente entender que essa seleção é muito importante para o seu felino.

A começar pela qualidade da água. Não importa o quão intensa seja sua sede, se a água estiver suja ou quente, é bem provável que seu pet recuse. Mesmo que isso cause um quadro de desidratação.

Então, busque deixar a água sempre limpa e fresca à disposição do seu peludinho. Ele com certeza vai se sentir muito agradecido e, sozinho mesmo, consumirá a quantidade necessária para se manter bem e saudável.

Espalhe tigelas com água em vários pontos da casa

Essa é uma ótima estratégia para garantir que seu gato sempre tenha acesso fácil à bebida. Apesar de enérgicos, às vezes os gatos podem se sentir preguiçosos no calor e evitar procurar uma fonte de água limpa e fresca.

Principalmente quando falamos de gatos castrados, que tendem a reduzir bastante a frequência das suas atividades físicas.

E nem adianta ficar levando seu gatinho de lá para cá e oferecendo água a ele o tempo todo. Deixe o potinho à vista e permita que ele beba quando sentir vontade. Apenas facilite o processo.

Deixar várias tigelas de água espalhadas pela casa transforma qualquer ambiente em uma oportunidade para se hidratar.

Água corrente também é uma boa opção

Seu peludinho também tem mania de beber água direto da torneira? Provavelmente você acha isso uma graça e já deve ter gravado uma série de vídeos do momento.

Pois saiba que essa é uma forma também de incentivar seu peludinho a se hidratar. Caso perceba que ele não tem consumido muita água direto da sua tigela, experimente deixar um fio de água escorrendo pela torneira meio aberta.

Os gatos são caçadores naturais e gostam de desafios, então, talvez escalar a pia seja o incentivo que ele precise para beber água.

Ah, mas nada de usar isso como desculpa para o desperdício, combinado? Se deixar a torneira meio aberta, encontre uma forma criativa de captar a água que escorrer. Pode tentar tampar a pia ou até mesmo colocar um balde ou pequeno recipiente debaixo da torneira.

Use essa água mais tarde para regar as plantas ou lavar alguma coisa. Só não jogue fora.

Ofereça ao pet rações úmidas e sorvetes naturais

Você sabia que o consumo direto de água não é a única forma de evitar o gato desidratado? Você pode experimentar também oferecer ao seu bigodudo alimentos que sejam úmidos e ricos em água.

Tente substituir a ração seca pelo sachê, troque o snack da tarde por um sorvete natural ou frutas picadas e geladas. Temos certeza que seu pet vai adorar e ainda ficará hidratado e super saudável.

Gostou das nossas dicas? Então leia também: Como ajudar o gato a se refrescar no verão

Mais posts!

Dicas

Brincadeiras para Estimular o seu Gatinho

Os gatinhos são criaturas curiosas e cheias de energia, e é importante proporcionar a eles estímulos adequados para que possam se manter felizes e saudáveis.