fbpx

Novembro Azul: os pets também devem ser lembrados.

Assim como em humanos, o câncer de próstata também afeta os cães e gatos. Por isso alertar sobre a prevenção é tão importante. 

Segundo dados do Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo (CRMV-SP), a incidência de câncer de próstata em cães com mais de sete anos de idade é de aproximadamente 4%. Para gatos esse percentual é menor.

Assim como as demais neoplasias, essa é uma doença grave, e por ser silenciosa e na maioria das vezes diagnosticada tardiamente, em muitos casos acaba sendo fatal.

Um primeiro passo para diagnosticar as alterações prostáticas são os exames de rotina. Ainda que menos frequente na medicina veterinária, a palpação retal é um exame muito importante, principalmente para animais acima de 5 anos de idade, mesmo que sejam castrados. Outro exame complementar importante para o diagnóstico é a ultrassonografia.

Os sintomas mais encontrados são:

  • Dificuldade para urinar;
  • Desconforto ao urinar ou presença de sangue na urina;
  • Tenesmo (esforço de defecação sem sucesso);
  • Disquezia (defecação dolorosa);
  • Dor;
  • Dificuldade para andar;
  • Perda de peso.

Caso o tutor note alguns desses indícios, é de extrema importância que consulte o médico-veterinário de sua confiança assim que possível. Quanto mais cedo o diagnóstico, maiores são as chances de sucesso no delicado tratamento, que envolve a remoção cirúrgica do órgão afetado, além de posterior rádio ou quimioterapia quando necessário.

castração precoce (antes da maturidade sexual) é um procedimento recomendado para auxiliar na prevenção do câncer de próstata nos pets. Conheça os benefícios da castração para cães e gatos. 

É importante lembrar que devem ser sempre mantidas as consultas periódicas no médico-veterinário, para que não só essa enfermidade com também diversas outras possam ser prevenidas, garantindo maior bem-estar e longevidade aos animais de companhia.

Mais posts!

Para que serve o bigode do gato?

O bigode do gato, feito de fios de queratina, é essencial para o equilíbrio do animal e jamais pode ser tosado ou cortado. Isso porque,